Aprendizagem de Leitura nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e sua Relação com as Práticas dos Professores em Sala de Aula

2011 – 2015

Descrição:

A pesquisa GERES (Estudo Longitudinal da Geração Escolar 2005), realizada em 303 escolas e cinco cidades brasileiras entre 2005 e 2008, fornece evidências claras de inconsistências nos processos de aprendizagem em leitura durante os primeiros anos do ensino fundamental. Por essas inconsistências, os alunos deixam de adquirir as habilidades esperadas ou deixam de adquirir estas habilidades no ritmo apropriado. As consequências desses padrões irregulares de aprendizagem são graves para o desenvolvimento futuro das habilidades dos alunos e há sinais que os prejuízos sofridos podem se tornar permanentes. A pesquisa ora proposta visa a investigar esses padrões de habilidades de leitura. Partimos de uma hipótese inicial que atribui parte das diferenças a políticas escolares e a práticas de ensino da leitura, que parecem facilitar, no caso da rede privada e das escolas federais, e dificultar, no caso das redes municipal e estadual, o acesso à aprendizagem de importantes habilidades de leitura. Propomos-nos a verificar essa hipótese por meio de abordagem quantitativa apropriada para o estudo do efeito-professor no conjunto das escolas GERES e também por meio de estudos qualitativos dos cadernos escolares de alunos que frequentaram escolas públicas do Rio de Janeiro nas que tiveram altos e baixos ganhos na proficiência de leitura ao longo dos quatro primeiros anos do Ensino Fundamental.

Coordenadora:

Alicia Bonamino

Financiador(es):

CNPq (Bolsa).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *